domingo, 20 de dezembro de 2009

3º Encontro GESTAR II Petrópolis - 13/12/2010

O 3º encontro do Programa GESTAR II e encerramento aconteceu em Petrópolis na Universidade Estácio de Sá. Na oportunidade pudemos conhecer os trabalhos desenvolvidos pelos Municípios inscritos no Programa, bem como apresentar o trabalho do nosso Município

domingo, 13 de dezembro de 2009

RELATÓRIO FINAL

O início

Fui inscrita no Programa pela SME por atuar coordenadora de 5ª a 8ª série .Fizemos posteriormente o convite à prof. Ana Lígia - Língua Portuguesa e prof Alexson - Matemática para participarem como formadores do programa em Quatis. Dessa forma iniciou-se a nossa parceria,um desafio comum a todos nós.
No início tive dificuldades em me adequar ao Programa,não me sentindo bem esclarecida e sem entender minhas reais atribuições enquanto coordenadora. Me informei ,busquei ajuda e à medida que o programa avançava fui percebendo as necessidades e a forma que atuaria
Após o primeiro encontro ,em Niterói, iniciamos os preparativos para o início do Programa.
No primeiro momento tivemos dificuldades em montar as turmas pois trabalhamos com professores que atuam também fora do Município ,em sua marioria, dificultando a participação no Programa principalmente no tocante a disponibilidade de horário.
Fizemos o convite a todos os professores da rede para o lançamento do Programa e através de uma ficha de inscrição que foi entregue no local fizemos a sondagem sobre a disponibilidade dos professores em estarem participando .


Aderiram ao Programa:

MATEMÁTICA:Formador: Prof: Alexson Machado
- Prof. Luis Alberto
- Prof. Patrícia
- Prof. Iubery



LÍNGUA PORTUGUESA: Formadora: Prof: Ana Lígia

-Prof:Ana Carla ( desistente)

- Prof. Ivone
- Prof. Beatriz
-Prof. Joyce
- Prof. Juliana
- Prof. Luciene (desistente)
-Prof: Magda
- Prof.Raphael ( desistente)
- Prof. Telzídia
- Prof. Terezinha

Os encontro aconteceram na E. M. Maria Helena R. de Elias às terças-feiras - Matemática e às quintas- feiras - Língua Portuguesa.


Atividades realizadas


- Reuniões onde assuntos eram discutidos e dúvidas expostas,planejamentos ,programação de ações e atividades ,numa parceria, em busca de soluções dos impasses e na elaboração da continuidade do Programa;

- Suporte técnico e pedagógico: Atendimento às necessidades materiais - reprodução das avaliações de entrada, fornecimento de material didático, confecção de material complementar - a fim de possibilitar o bom andamento do programa junto aos formadores ,destes junto aos cursistas e destes nas salas de aula. Esclarecimentos junto a direção das escolas quanto a importância do programa e necessidade de apoio aos cursistas na prática de sala de aula a fim de melhor aplicabilidade do projeto;


- Visitas: Visitas aos formadores e cursistas na U.Escolar onde assuntos sobre o andamento do programa eram tratados,me inteirando do caminhar de cada um, ouvindo suas revidicações,conversando sobre o projeto final e intermediando as ações junto à SME .

- Postagens no blog: Informações diversas pertinentes ao programa bem como sobre os encontros presenciais. Postagem de vídeos e textos interessantes para leitura reflexão e aplicabilidade nas áreas do programa e fotos de encontros e ventos promovidos pela SME agregados ao GESTAR II bem como a participação do anos eventos pedagógicos e culturais do Município


Os Projetos.





- Língua Portuguesa -
A ídéia do projeto surgiu durante o trabalho com o TP6 - unidade 22 - Planejamento e escrita .

O Município de Quatis abriga o Quilombo de Santana e durante as oficinas algumas atividades foram pensadas a fim de explorar o legado cultural do Município com o objetivo de promover um intercâmbio cultural entre as comunidades quilombola e urbana.Foram feitas pesquisas entrevistas e construção de atividades sobre a comunidade quilombola,seus costumes, tradições, danças, linguagem etc. Assim surgiu o projeto que contará com a colaboração das outras áreas de estudo, num movimento interdisciplinar ,e seus resultados serão amplamente divulgados a toda a comunidade escolar do Município durante 2010.




- Matemática

- A partir do trabalho com o TP3 ficou acordado que o projeto seria sobre meio ambiente. O enfoque do projeto será em torno do Rio Preto - no limite do Est. do Rio de Janeiro e Minas Gerais - muito importante para o Município e que necessita muitos cuidados atualmente.

Pesquisas foram feitas no local, por professores e alunos, coleta de lixo, tipo de lixo ,coloração da água, erosão de suas margens etc,que direcionaram a construção do projeto a ser desenvolvido em 2010 de forma coletiva e interdisciplinar com objetivo de conscientizar para ações ecológicas e mudança de atitudes em frente ao meio ambiente.

Conclusão

O Programa GESTAR II nos evidenciou , no Município, a importancia da formação continuada. Pudemos vivenciar a mudança da prática cotidiana do professor e o resultado veio através do aprendizado dos alunos e atitudes disciplinadas, dentre outras, das turmas contempladas no programa.

O programa transpos as salas de aula , trouxe curiosidade e interesse de outros professores,deu nova movimentação e dinâmica à escola. Os professores estão sentindo a necessidade de uma reestruturação curricular para atender a dinâmica e aplicabilidade do GESTAR .

Nossa meta para 2010 é manter a continuidade do programa, autonomamente, envolvendo mais profissionais. No calendário escolar já incluimos momentos para capacitações e oficinas em dias estratágicos a fim contemplar os profissionais que não puderam participar em 2009, por incompatibilidade de horário ,principalmente.

Nossas dificuldades, os erros e as incertezas serão menores pois a partir da prática em 2009 nos sentimos mais seguros e fortalecidos, através dos resultados obtidos.

O comprometimento, a dedicação e competência dos formadores foram a mola mestra para o sucesso do programe. Entendemos que foram os formadores os responsáveis pelo envolvimento dos cursistas , pela aplicabilidade do projeto em sala de aula, em fim pela concretização do trabalho e sucesso dos alunos durante o GESTAR II nos oito meses de trabalho no Município de Quatis.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

REUNIÃO COM OS FORMADORES

- Certificação e frequência dos cursistas
- Retorno sobre as avaliações
- Forma de apresentação que será levado à Petrópolis
- Projeto Final
- Gestar II em 2010
- Viagem a Petrópolis

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

II BIENAL / QUATIS

Muito trabalho e tudo cuidado nos mínimos detalhes, corre corre, chuva, atraso, ansiedade, corrida contra o tempo, cansaço....
E finalmente a II BIENAL/ QUATIS !
Alegria, beleza, satisfação, realização, competência, comprometimento profissional.
Parabéns Quatis. Parabéns profissionais da Educação. Parabéns alunos. Foram horas preciosas onde as artes, a cultura, a educação percorreram as ruas desta que pretente e caminha na busca de se tornar uma "Cidade Educadora" .
Obrigada a todos que direta ou indiretamente contribuiram para a grandiosidade do evento.
Parabéns a todos !

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

QUATIS ESTÁ EM FESTA.

24/11/2009 -ABERTURA -18 H
25/11/2009 -PROGRAMAÇÃO VARIADA-de 9h às 17h

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

PARA REFLETIR

"É pela prática que você pode fazer evoluir seu desenvolvimento interior.
Existe uma real possibilidade de mudança.
Devemos primeiramente modificar-nos a nós mesmos.
De outro modo, nada se modificará.
Esperar que os outros mudem em nosso lugar é totalmente irrealista.
O espírito humano está sempre em movimento.
Se você dirige seus esforços para uma boa direção,no final as mudanças mentais irão aparecer.
Você poderá então alcançar a paz e afelicidade, sem dor nem desgaste."
Autor: (Dalai-Lama)

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

REUNIÃO SOBRE A II BIENAL /QUATIS

Na tarde de hoje os formadores de Matemática e Lingua Portuguesa ,estivem reunidos ,com outros profissionais e eu para tratarmos da participação no stand "Quatis Cidade Educadora" que fará uma mostra dos Projetos e Programas aderidos e executados pela Secretaria Municipal de Educação ao longo de 2009.Os seguintes assuntos foram tratados:
- O que cada um irá expor
- O material necessário, como suporte , para a exposição dos trabalho e fotos.
- A confecção de um banner para compor o stand
- A localização do stand
- Momento para cada um expor suas dúvidas e sugestões

sábado, 14 de novembro de 2009

SOBRE MATEMÁTICA

Matemática é um determinante em sua vidaTodos nós nascemos como resultado de um sistema de equações.
Acredite mesmo, somos o par ordenado mais perfeito da natureza.
Carregamos características de nossos pais y, e de nossas mães x.
Eram milhões de espermatozóides pré-destinados ao óvulo.
Um espaço amostral quase infinito...
Mas você só está aqui hoje, porque era o melhor matemático de lá.
Pois você venceu uma extraordinária probabilidade.Vivemos em função do tempo que nos é dado.
Existem vários tipos de pessoas, aquelas que encontram um grande amor
e a ele são fiéis pela vida toda, são as "injetoras".
Para cada pessoa, existe uma outra correspondente.Dizer que não se entende Matemática É um absurdo,
porque você é um exemplo matemático.
Não importa se não consegue resolver um logaritmo,
Importa o quanto você é capaz de reconhecer conceitos matemáticos ao seu redor.
Aproveite porque o mundo é matemático.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

REUNIÃO COM OS FORMADORES

Os seguintes assuntos foram tratados:
- Retorno do encontro em Arraial do Cabo
- Prestação de contas dos gastos
- Avaliação de entrada do Programa GESTAR II
- Encontros para elaboração do Projeto final

VERDADES E MITOS ... VOCÊ CONCORDA?

09/11/2009
Folha de São Paulo

Verdades e mitos sobre a educação
São Paulo, segunda-feira, 09 de novembro de 2009
SABER


VERDADE OU MENTIRA
1. SÓ PAGAR MELHOR O PROFESSOR JÁ MELHORA O APRENDIZADO


Pesquisas nacionais e internacionais indicam que não há relação entre o salário do professor e o aprendizado dos alunos no curto prazo, já que não há impacto imediato na maneira como o professor ensina. No entanto, no longo prazo, alguns especialistas em educação afirmam que isso pode tornar a carreira de professor mais atraente, estimulando os melhores alunos do ensino médio a seguirem essa profissão.


2. MELHORAR A INFRAESTRUTURA DA ESCOLA TEM IMPACTO POSITIVO NO DESEMPENHO DOS ALUNOS


Na avaliação de alunos da oitava série na Prova Brasil de 2007, de 14 CEUs avaliados, 9 tiveram nota menor que a média da rede municipal de São Paulo. Uma das hipóteses é que, sem ter professores preparados para ensinar melhor, dispor de facilidades como piscina, teatro e recursos tecnológicos avançados não traz avanços no aprendizado dos alunos.

3. A PROGRESSÃO CONTINUADA CONTRIBUI PARA PIORAR A QUALIDADE DO ENSINO


Nesse sistema, o aluno não está sujeito a repetência ao fim de cada série, mas ao fim de cada ciclo. Segundo pesquisa de Naércio Menezes Filho, os alunos das redes com progressão continuada têm desempenho muito parecido ao dos alunos de escolas com regime seriado. "Além disto, a evasão é muito maior no segundo caso (seriado)."

4. CURSOS DE RECICLAGEM PARA PROFESSORES AJUDAM A MELHORAR O ENSINO

Estudos feitos no Brasil e no exterior mostram que os professores que fizeram os chamados cursos de formação continuada não passaram a ensinar melhor. Isso porque eles são muito teóricos e influenciam pouco na melhoria do ensino em sala de aula. Mozart Neves, presidente do Todos pela Educação e professor da UFPE, ressalta que o mais indicado seria melhorar a formação dada nas universidades.

5. GASTAR MAIS COM EDUCAÇÃO É SUFICIENTE PARA AUMENTAR O APRENDIZADO DOS ALUNOS

De acordo com levantamento feito por Menezes Filho, municípios que gastam R$ 1.000 por aluno no ensino fundamental têm a mesma nota na Prova Brasil do que municípios que gastam R$ 3.000. O economista Gustavo
Ioschpe lembra ainda que, na maioria dos casos, aumentar os gastos com educação significa elevar os salários dos professores, que não é algo que dá resultados.

6. A ESCOLA NÃO PODE AJUDAR FILHOS DE FAMÍLIAS DESESTRUTURADAS

Para aprender, o aluno deve estar bem emocionalmente, mas isso não quer dizer que a escola deve se eximir de seu papel de educar, diz Magdalena Viggiani Jalbut, do Instituto Superior de Educação Vera Cruz. Além disso, mesmo no caso de uma família fora do padrão (quando mãe e pai não estão interessados na educação do filho), qualquer outro parente, até um primo, pode estimular a criança a aprender, segundo estudos feitos na França citados por Maria Letícia Nascimento, da Faculdade de Educação da USP.

7. SISTEMAS DE ENSINO APOSTILADOS TOLHEM A AUTONOMIA DO PROFESSOR


Estudos feitos por Paula Louzano, doutora em educação pela Universidade Harvard (EUA), mostram que municípios de SP que usam esses métodos estruturados (como os do COC e do Anglo, com apostilas) tiveram desempenho superior na Prova Brasil, na comparação com as demais redes municipais. Em entrevista com professores que usam o sistema, 84% disseram que o desempenho dos alunos melhorou e 36% que o material estimula o aprendizado.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

PARABÉNS PROFESSOR

Queridos Formadores e cursistas.
Minha homenagem a vocês.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Entrando na reta final !

Queridos formadores e cursistas desejo a vocês que nesta segunda etapa da Formação GESTAR II,vocês continuem se empenhando nos estudos, nas aplicações práticas e permaneçam com essa "garra " e comprometimento que demonstaram durante toda a 1ª Etapa.
Aproveito para parabenizá-los pelos blogs e pelo trabalho desenvolvido
Agora é "Força Total" ,até a reta final !


segunda-feira, 28 de setembro de 2009

2ª Etapa do GESTAR II

Dutante toda a semana (28/09 a 02/10) está acontecendo em Arraial do Cabo a 2ª etapa da formação GESTAR II.
Infelizmente por motivos, sério ,alheios a minha vontade não pude participar desse momento tão rico de aprendizagem e trocas de experiências.
Desejo a todos ,principalmente a meus queridos formadores Ana Lígia e Alexson um bom curso e aguardo o retorno ansiosa para me inteirar das novidades.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Formação Olímpíadas da Lingua Portuguesa

Estive participando nos dias 17/09, 18/09 e 19/09 , no Rio de Janeiro, da formação da Olimpíadas de Língua Portuguesa. Foi um momento muito rico,onde estivemos em contanto com os gêneros textuais pertinentes às Olimpíadas (Poesias, Memórias, Artigo de Opinião e Crônicas )com o objetivos de estarmos multiplicando a formação para os professores de 2ª a 4ª série e professores de Língua Portuguesa de 5ª a 8ª série do ensino fundamental.
Adorei o curso e estou muito entusiasmada e ansiosa também para estar transmitido aos professores esta formação que está programada para o início de 2010.
O ano passado Quatis esteve entre os semi finalistas do concurso quem sabe para 2010 estaremos competindo junto aos finalistas O próximo encontro está previsto para os dias 12/11, 13/11 e 14/11
.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

LEITURA: O ACORDO ORTOGRÁFICO E A MATEMÁTICA

Fique ligado! A grafia de alguns termos matemáticos também mudou.

O novo acordo ortográfico da Língua Portuguesa também modificou a grafia de algumas palavras próprias das ciências exatas. Para facilitar a sua vida, vamos registrar aqui algumas palavras que foram afetadas pelas mudanças.Entre as que perderam o trema, há várias palavras relacionadas ao número cinco: cinquenta, quinquênio, cinquentenário, quinquagésimo, quingentésimo.O prefixo “equi”, que indica igualdade, também deixou de lado o trema, em palavras em que ele era obrigatório, ou não: equilátero, equidistante, equiângulo, equipotente.A palavra consequente(em oposição a antecedente) também passa a ser escrita sem o sinal gráfico sobre o u.Assim como ideia, as palavras geoide, romboide e trapezoide passam a ser grafadas sem acento.No que se refere ao uso do hífen, a mudança mais interessante ocorre com cosseno, cotangente e cossecante. Antes da reforma, o uso do hífen nessas palavras era opcional. Podíamos encontrar em alguns livros as grafias “co-seno”, “co-tangente” e “co-secante”. A nova regra acaba com a duplicidade, assim como mantém a grafia de coordenadas.Os prefixos multiplicadores continuam não pedindo hífen. Continuaremos a escrever bissetriz, quilômetro, hectolitro, etc. Outras palavras prefixadas cuja grafia não é modificada são: isométrico, submúltiplo e ortocentro.Por fim, fica registrado que as geometrias não euclideanas passam a ser nomeadas exatamente assim, sem hífen.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

AVALIAÇÃO DE ENTRADA GESTAR II

A partir de hoje e até o dia 17/09 estarão sendo aplicadas as Avaliações de entrada de Língua Portuguesa e Matémática ,nas turmas participantes do Programa .
Serão avaliados 93 alunos em três turmas participantes do GESTARII/ Matemática e 158 alunos em sete turmas do GESTAR II/ Língua Portuguesa.
Em breve estaremos comentando ,aqui, sobre os resultados.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

LEITURA: PRODUÇÃO TEXTUAL

Todo professor deseja que seus alunos escrevam bem. Todo aluno anseia por assim escrever. O que é escrever bem? Como escrever? Para que escrever? Para quem escrever? E com qual intenção? Realmente, este processo não é simples para o aluno. No entanto, é comum a exigência de que ele, estando no ensino médio, saiba redigir muito bem. Porém, tal prática é adquirida ao longo do ensino fundamentaL e, no ensino médio, então, tal arte se consolida. Acredito que bem analisaram os estudiosos Marlene Scardamalia e Carl Bereiter que observaram diferenças básicas entre os escritores maduros e os inexperientes.Os maduros planejam a escrita: planejam, revisam, consideram elementos como: o assunto, o interlocutor, o objetivo...; os inexperientes buscam assuntos na memória e os escrevem, produzindo textos similares à fala. Como a escola é o palco da escrita, Scardamalia e Bereiter concluíram que as estratégias utilizadas pelos escritores maduros podem ser ensinadas para os alunos.E por que não?A sugestão é trabalhar a escrita de um texto no período de várias aulas (quantas forem necessárias de acordo com a turma), propondo o planejamento da escrita, ou seja, a transformação do conhecimento.

O planejamento é a 1ª das etapas da produção textual que é composta por: planejamento, escrita, revisão e edição.O gênero do seu texto.Que mensagem quer passar.
No planejamento, a prática de leitura e escrita deve ser realizada como uma sequência em que o aluno está sempre tendo oportunidades para pensar e refletir sobre o texto que produzirá, interagindo com o próprio texto e com os colegas.

O aluno (autor do texto) precisa pensar e definir sobre:
.Quem ele quer atingir com a mensagem do seu texto.

O planejamento requer situações e atividades que devem ser promovidas pelo professor, preparando o aluno para a escrita. Leituras diversas auxiliam o aluno a construir um repertório de informações variadas sobre o mesmo assunto, ampliando seu ponto de vista e sua capacidade de escrever a respeito.

No trabalho com leituras diversas o leitor precisa identificar:

.O gênero do texto.a que o texto se refere.a quem o texto se refere
.Qual a intenção do texto
.Realizar, além da leitura das palavras, a leitura dos aspectos visuais do texto (se houver).
.Realizar a leitura dos diferentes significados e sentidos de algumas palavras
.Fazer a transposição do tema sugerido no texto para a atualidade


E mais: o professor pode conduzir o aluno para que ele faça a leitura de textos em 3 níveis:

1º nível: Leitura Objetiva

Leva o aluno a perceber o que está explícito no texto. É importante para a compreensão, não só promover perguntas cujas respostas estejam explícitas no texto, mas contextualizá-lo para a aluno.Por exemplo: O que diz o texto? Em que local se passa? Isto acontece/existe na nossa cidade/comunidade?...

2º nível: Leitura Inferencial.

É o momento crucial para o aluno enquanto leitor. Ele precisa perceber o que está implícito no texto e entender qual é a importância da mensagem deste texto escrito. Relacioná-lo com o texto visual ( se houver). Por exemplo: Por que o autor fez desta forma? O que o autor disse te faz lembrar algo ou alguém? Se sim, o que/quem? Qual a relação entre o texto escrito e o visual? Qual é a intenção/proposta do texto? Podemos realizar a proposta do texto? Como?...

3º nível: Leitura Avaliativa (opinativa/participativa)

Aqui o aluno manifesta seu ponto de vista a respeito das idéias e atitudes expressas pelo texto.Por exemplo: Você concorda com o que o autor disse? Por que? Podemos fazer diferente? Alcançaremos qual resultado se agirmos diferente? De que forma podemos agir, então? ...

Com isto, o professor pode passar para a 2ª fase: Produção textual

Levar o aluno a pensar:

.O que escrever? Por quê? Para quem? Onde? Como?
.Produção do texto escrito.
.Leitura dos textos produzidos pelos seus autores (aqueles que queiram fazê-lo espontaneamente).
.Reflexão, ou seja, análise lingüística. O que devo mudar no texto para que ele fique claro no que eu quis dizer? O que mudar no texto para que ele fique de acordo com a gramática normativa?

3ª fase: Revisão

Leitura dos textos produzidos (espontaneamente): professor/aluno, aluno/aluno.

Analise o seu texto, levando em conta estes questionamentos:
Meu texto pode ser lido por qualquer pessoa?
E a ortografia? Escrevi corretamente as palavras de modo a representar o sentido que pretendi lhes dar?
Pontuei adequadamente?
E finalmente a 4ª fase: A reescrita.

Fonte de pesquisa: A Linguagem e o outro no Espaço Escolar: Vygotsky e a construção do conhecimento/Ana Luisa Smolka, Maria Cecília Rafael de Góes (Orgs). – Campinas, SP: Papirus, 1993.Programa Gestão da Aprendizagem Escolar

- GESTAR II. Língua Portuguesa: Caderno de Teoria Prática 6 – TP6: leitura e processos de escrita II. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2008.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

FEUNIÃO COM OS FORMADORES

" EDUCAR é como semear Girassóis. Planta-se pequenas sementes e colhe-se grandes flores inspiradoras."
PAUTA DA REUNIÃO
* diárias para viagem - 2º encontro
* Retorno dos encaminhamentos das solicitações feitas
* Receber a listagem de material necessário para trabalhar o programa com as turmas
* Numero de alunos e respectivas turmas que farão os testes de entrada,para reprodução em número suficiente

domingo, 30 de agosto de 2009

FORMAÇÃO DA OLIMPÍADA DE LÍNGUA PORTUGUESA

Formação presencial do Programa Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro .

O curso será realizado na cidade do Rio de Janeiro e terá dois encontros de 20 horas de duração cada, sendo ministrado por um docente de universidade pública do nosso estado.
O primeiro acontecerá na cidade do Rio de Janeiro de 17 a 19 de setembro de 2009.

Os técnicos formadores das secretarias de educação serão responsáveis por multiplicar a formação para escolas de seu município. Os professores e diretores terão o compromisso de multiplicar o curso na própria escola. Além disto, cada escola onde o trabalho for replicado receberá uma maleta contendo todos os materiais pedagógicos usados nos encontros presenciais.

A SME/ Quatis aderiu ao programa .Estarei participando do mesmo e com certeza estarei trazendo novidades.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

REUNIÃO COM OS FORMADORES

" O segredo da felicidade é encontrar a nossa alegria na alegria dos outros".
PAUTA DA REUNIÃO
* Testes de entrada
* Listagem de presenças
* Visita às turmas participantes do GESTAR
* Atualização dos Blogs
* Cópia do relatório enviado as tutoras
* Bolsa do GESTAR
* Data da próxima reunião

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

QUATIS SUA, ARTE E SEUS ARTISTAS

Novembro é o mês do aniversário de Quatis. Dentre os vários eventos programados para comemorar o aniversário da cidade, está acontecendo a exposição de arte : "Quatis, sua arte e seus artistas."
O Professor Marcio Nunes de Souza homenageou os astistas com a poesia:

" A alquimia do eterno
Sobre mãos ,cores e alquimia
Márcio Nunes de Souza*
Eu, artista
Feito de dor e alegria
De lembranças e esquecimentos
Empresto a tudo
Minhas mãos
Meus dedos
Minha alma
Minha musculatura
Meus nervos, meus ossos, meu sangue
E inteiro e inteira
Invento formas, cores,luzes e sombra
Entalho,risco, rascunho
Marco com réguas de emoção as formas,as curvas as retas
Invento, reinvento,descubro cubro de carinho e tinta
Tudo que faz meus olhos redescobrirem o viço
Tudo que se mostra ,se esquiva
Que faz brota a a orvalhada emoção que as retinas embaçam
E de tudo grava o belo e o feio
Que empalidece e enrubesce
Gravo em tela, em madeira,em sucata, em memória
Gravo enfim no coração
E por fim gravo em tinta
O desejo de tudo tornar eterno."
* Marcio Nunes de Souza é morador de Quatis ,professor da rede Municipal e Estadual no município.





GESTAR II - 2º ENCONTRO - CONFIRMAÇÃO

Em qua, 19/8/09, Claudia do Prado Maia Ricardo escreveu:

De: Claudia do Prado Maia Ricardo
Assunto: GESTAR II - 2o encontro - Arraial do Cabo - 28/09 a 02/10
Para: "Claudia do Prado Maia Ricardo"
Data: Quarta-feira, 19 de Agosto de 2009, 15:36

> Prezado(a) Senhor(a),
> Informamos que o 2o encontro do GESTAR II - RJ ocorrerá na semana de 28/09 a 02/10/09, em Arraial do Cabo, no mesmo local previamente agendado. Pedimos que essa informação seja repassada ao coordenador pedagógico e formadores participantes do Programa.
> Qualquer dúvida, entre em contato.
> Atenciosamente,
>
> Cláudia do Prado Maia Ricardo
> Tel: (61) 2104.1771 - Sala 513 - 5o andar
> Prédio Sede do MEC - Bloco L
> Esplanada dos Ministérios
> Brasília - DF
> CEP: 70.047-901
>
> Ministério da Educação - MEC
> Secretaria de Educação Básica - SEB
> Diretoria de Políticas de Formação, Materiais Didáticos e de Tecnologias para Educação Básica - DPOFORM
> Coordenação Geral de Formação de Professores - CGFORM
>
>

sábado, 8 de agosto de 2009

2ª BIENAL /QUATIS

Aguardem 24/11/2009 e 25/11/2009

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

GESTAR II - 2º ENCONTRO, ADIADO.

REPASSANDO O E MAIL RECEBIDO

De: Claudia do Prado Maia Ricardo
Assunto: Formação Gestar II RJ - 2º encontro Arraial do Cabo - adiamento
Para: "Claudia do Prado Maia Ricardo"
Data: Quinta-feira, 6 de Agosto de 2009, 16:42
Prezado(a)s Senhore(a)s,

É de conhecimento público que a Gripe A (vírus influenza H1N1) alterou a rotina de alguns municípios, principalmente nas regiões sul e sudeste. O adiamento do início das aulas no Estado do Rio de Janeiro e em vários municípios fez com que este Ministério e a Universidade de Brasília adiassem o período do 2º encontro do GESTAR II, que aconteceria na semana de 10 a 14 de agosto de 2009, em Arraial do Cabo - RJ.

Lembramos que este Ministério trabalha com municípios de todo o País e por essa razão algumas decisões não atendem aos interesses de todos os participantes. Porém, a partir desses esclarecimentos, esperamos contar com a compreensão de todos. A Secretaria Municipal de Arraial do Cabo, parceira na realização desse curso, colocou-se à disposição para continuar sediando o 2o encontro, em data a ser marcada conjuntamente com a UnB e o MEC.

Pedimos que essas informações sejam repassadas aos coordenadores pedagógicos e formadores de seu município.

Desde já agradecemos a colaboração de todos.

Atenciosamente,


Cláudia do Prado Maia Ricardo
Tel: (61) 2104.1771 - Sala 513 - 5o andar
Prédio Sede do MEC - Bloco L
Esplanada dos Ministérios
Brasília - DF
CEP: 70.047-901

quinta-feira, 30 de julho de 2009

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Parece piada mesmo...

A evolução do Ensino da matemática no Brasil
Semana passada comprei um produto que custou R$ 1,58. Dei à balconista R$ 2,00 e peguei na minha bolsa 8 centavos, paa evitar receber ainda mais moedas. A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registrador, aparentemente sem saber o que fazer. Tentei explicar que ela tinha que me dar 50 centavos de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la. Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender. Por que estou contando isso?
Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi assim:
01. Ensino de matemática em 1950:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção desse carro de lenha é igual a 4/5 do preço de venda. Qual é o lucro?
02. Ensino de matemática em1970:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100.00. O custo de produção desse carro de lenha é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00. Qual é o lucro?
03.Ensino de matemática em 1980:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de producção desse carro de lenha é de R$ 80,00. Qual é o lucro?
04. Ensino de matemática em 1990:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção desse carro de lenha é de R$ 80,00. Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
( ) R$ 20,00 ( ) R$ 40,00 ( ) R$ 60,00 ( ) R$ 80,00 ( ) R$ 100,00.
05. Ensino de matemática em 2000:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção desse carrro de lenha é de R$ 80,00. O lucro é de R$ 20,00. Está certo?
( ) SIM ( ) NÃO
06. Ensino de matemática em 2009:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é de R$ 80,00. O lucro é de R$ 20,00. Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
( ) R$ 20,00 ( ) R$ 40,00 ( ) R$ 60,00 ( ) R$ 80,00 ( ) R$ 100,00.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

ADOREI E SUGIRO

• O documentário Palavra (En) cantada é imperdível!!!!!!!!!!!
• O livro " Gêneros textuais: reflexões e ensino" Marcuschi
• O livro "Gêneros Orais e Escritos na Escola" - Bernard Schneuwly & Joaquim Dolz
• O livro " Ler e Escrever - Estratégias de Produção Textual" - Ingedore Koch e Vanda Elias
• O site www.stellabortoni.com.br
• O filme " O leitor"

domingo, 5 de julho de 2009

O filme "O CARTEIRO E O POETA

O Carteiro e o Poeta é um exemplo forte de que a linguagem, como veículo da comunicação , atua de forma tanto construtiva como desconstrutiva na vida dos seus receptores, dependendo do contexto em que foi inserida, que não foi o caso da mensagem remetida através da história contada da vida do poeta-escritor Plabo Neruda e o seu mais recente amigo Mário, um simples homem, ex-pescador que ele o encontrou numa pequena ilha, na Itália, quando asilado.

sábado, 20 de junho de 2009

Fou um sucesso a CONAE /QUATIS

CONAE/QUATIS


ABERTURA:18/06
ENCERRAMENTO: 19/06

Me sinto feliz e com aquela sensação gostosa do dever cumprido
Nosso agradecimento aos profissionais de Educação, Comunidade Escolar, Sociedade Organizada e Secretaria Municipal de Educação.
Parabéns a todos pelo profissionalismo e comprometimento.
Proxima etapa: CONAE INTERMUNICIPAL - Volta Redonda/Julho
Até lá !

quarta-feira, 10 de junho de 2009

CONAE - QUATIS

Estou destruída!
Foram dez dias para fazer tudo acontecer:entendimendimento,organizar os estudos,preparativos,sensibilização e esperar os resultados.
Hoje às 20h encerramos o encontro, com os delegados representantes das escolas, onde fizemos a condensação no documento referencial da CONAE/QUATIS elaborados nos fóruns da escolas.
Na volta para casa,o cansaço entrelaçado a uma grande satisfação.
No caminho vim refletindo sobre a importância deste momento que estamos vivenciado: o exercício pleno da cidadania. Foi nos dado voz e autonomia e hoje escrevemos o que para a educação é realmente relevante.
Quero acreditar que esse momento seja o marco que irá mudar, definitivamente, os rumos da educação.
De Norte a Sul em cada canto do mais longuinquo à maior Metrópole educadores e sociedade organizada estão intervindo nos rumos da educação. E quem melhor do que nós para darmos a relevância real e devida a educação ,tão negligenciada por tanto tempo .
Muito ainda vamos percorrer, a jornada só começou mas daqui para frente ela ganhará, cada vez mais força, ecoará por todo o Território Nacional e representará cada um de nós.
Cabe-nos, daqui para frente, continuarmos na luta a fim de fazermos efetiva nossas propostas para uma educação de qualidade, acompanhando toda a trajetória da CONAE, cada etapa, e exigindo o cumprimento dos compromissos firmados junto aos órgãos e autoridades envolvidos nesse processo.
Só assim, com comprometimento e participação concretizaremos a tão sonhada "Valorização Profissional " e "Educação de Qualidade" calcada na formação cidadã, na oferta de oportunidades ,no desenvolvimento pleno e dignidade da criança, jovens e adultos desse País.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

SUGESTÃO

Seguem alguns questionamentos para serem pensados ,que poderão orientar sua reflexão e postagem no blog:

• Como o professor selecionou a atividade a ser realizada com a turma?
• Quais os critérios para seleção dos temas a serem abordados nas aulas?
• Ao aplicar a atividade, quais as maiores dificuldades ele encontrou?
• De que forma as teorias estudadas estão auxiliando o professor na preparação da aula dele?
• O professor percebeu a importância do planejamento criterioso de sua aula? Se não percebeu, quais as atividades você deverá realizar para que ele perceba de forma clara essa necessidade?
Lembrando que essas questões não podem ser lineares e nem estão presentes em todas as oficinas, mas elas norteiam em grande parte o trabalho. Por isso elas devem estar em mente sempre ao preparar os encontros, pois é assim que você vai conseguir fazer o seu cursista percebê-las. Além do mais quero serão respondidas com o trabalho de vocês, portanto é preciso pensar e escrever sobre elas no blog, pois ao longo do curso é preciso perceber a evolução da sua turma.
A postagem precisa acontecer após o encontro. SEMPRE.

INFORMAÇÃO IMPORTANTE

Abaixo, segue um sumário das primeiras informações sobre as bolsas do Gestar II. :
1. As bolsas do Gestar II serão de R$400,00 (10 parcelas).
2. Todos os formadores locais em atividade estão aptos a recebê-la.
3. Os coordenadores só poderão receber bolsa se estiverem atuando como formadores.
4. Se algum formador local está devendo a ficha, deve enviar os dados por e-mail (gestar@unb.br ) e
a ficha posteriormente pelo correio; os dados por e-mail, para garantir a bolsa de junho (que sairá no
inicio de julho), deverão chegar até 25 de junho. Pelo correio, pode chegar depois dessa data.
5. Os formadores-UnB deverão informar para os coordenadores-UnB quem está em dia com as atividades para receber a bolsa mês a mês.
6. Serão 10 parcelas a começar em julho; portanto; continuarão recebendo depois de dezembro.
7. Pode receber a primeira parcela quem participou da Formação Inicial e ainda está no
programa, ou seja, tem relatado suas atividades com os cursistas,PREFERENCIALMENTE ATRAVÉS DO BLOG
8. O trabalho de autorização será mensal. O MEC sugere um relatório mensal dos formadores locais, que podem se referir a meses já vencidos. Cabe ao formador-UnB receber esses relatórios e encaminhar, ao coordenador-UnB,todo dia 20, a lista de quem vai receber a bolsa naquele mês.

Próximo encontro GESTAR II

Este foi o e mail encaminhado aos coordenadores Municipais

Prezado(a) Secretário(a)

Comunicamos que a Universidade de Brasília - UnB confirmou que poderá atender o Rio de Janeiro, no 2o encontro do GESTAR II (40h), na semana de 10 a 14 de agosto.

Esta formação acontecerá em Arraial do Cabo. Em breve estaremos enviando as informações sobre o local, hospedagem e outras.

Lembramos que poderão participar apenas os municípios que compareceram à formação inicial em Niterói (março/2009) e que os formadores e coordenadores pedagógicos NÃO poderão ser substituídos.

Segue planilha. Solicitamos seu apoio para contatar os formadores e coordenadores.

Atenciosamente.


******** Marlise Alves
******** Secretária Executiva
******** Undime-RJ

sábado, 23 de maio de 2009

CONFERÊNCIA NACIONAL DE EDUCAÇÃO - DE 23 A 27 DE ABRIL DE 2010


O Tema da CONAE, definido por sua Comissão Organizadora Nacional, será: Construindo um Sistema Nacional Articulado de Educação: Plano Nacional de Educação, suas Diretrizes e Estratégias de Ação.

A Conferência Nacional de Educação - CONAE é um espaço democrático aberto pelo Poder Público para que todos possam participar do desenvolvimento da Educação Nacional. Está sendo organizada para tematizar a educação escolar, da Educação Infantil à Pós Graduação, e realizada, em diferentes territórios e espaços institucionais, nas escolas, municípios, Distrito Federal, estados e país. Estudantes, Pais, Profissionais da Educação, Gestores, Agentes Públicos e sociedade civil organizada de modo geral, terão em suas mãos, a partir de janeiro de 2009, a oportunidade de conferir os rumos da educação brasileira.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

NAS OFICINAS

Este momento é essencial para o bom andamento do programa, por isso faça sempre uma avaliação se o professor está cumprindo com as atividades propostas, mesmo que faça uma adequação de tempo e de temas para atender melhor os seus cursistas.



I - Debate sobre o estudo que foi realizado pelos cursistas, nesse momento você formador deverá ser sensível para perceber onde os cursistas estão fortes e onde ainda não foi bem sedimentada a teoria, para então desenvolver maiores debates e apresentar alguma teoria adicional, indicar algum livro para estudo, ou marcar um plantão pedagógico com aqueles que você perceber que necessitam de um acompanhamento mais próximo. Crie situações para todos participarem, a fim de que não fique todo o tempo um debate com um pequeno grupo, isso acabará dando segurança aos que não falam.

II -Apresentação dos trabalhos dos alunos e socialização dos relatórios reflexivos. Crie um ambiente para a exposição dos trabalhos dos alunos, e critérios para que todos participem, mas cuidado com a formatação da escala, pois poderá cair numa cilada de cada professor aplicar apenas o avançando na prática que foi determinada a apresentação dos seus alunos, portanto organize as coisas de forma que haja uma participação bem abrangente. O crescimento do professor ocorrerá nessa hora, pois é lá que vai trocar com os pares as experiências frustradas e as bem sucedidas, deixe o professor falar e o estimule, mesmo que não tenha sido boa sua experiência, pois nesse momento várias idéias surgirão e serão essenciais para o amadurecimento profissional do grupo.


III -Você, formador, deverá conduzir uma das atividades propostas na seção OFICINAS do TP em estudo. Essa atividade deverá corresponder à unidade analisada e será escolhida pelo professor cursista. Você prepara as duas atividades sugeridas e os cursistas escolhem a querem, daí você encaminha tudo.


IV -Faça uma avaliação do encontro


V - Abra uma breve discussão sobre a temática das próximas unidades.


ATENÇÃO
Há na programação 4 OFCINAS que não estão planejadas, você deverá planejá-las de acordo com a necessidade do grupo, se houver algum tema que seja necessário debater, se houver alguma dúvida quanto à execução das atividades, se houver uma palestra interessante, por aí vai.

OFICINAS . LEMBREM-SE.

Caro Formador,

Fique atento para as orientações das oficinas, elas são a única forma de mapear o resultado final do projeto. É preciso saber se está sendo satisfatório lá na sala de aula do seu cursista, portanto não esqueça nenhuma etapa:

1º - O cursista deverá dedicar 5h para o estudo de cada Unidade, individualmente ou em grupos de estudo podendo ser coordenado e organizado por você. Antes que cada oficina o, ele deverá estudar duas unidades, logo, 10h de estudo antes dos encontros com você.

2º -Após estudo das duas unidades da TP que estiver em foco naquele momento, incluindo o Ampliando nossas referências, o cursista escolherá um AVANÇANDO NA PRÁTICA para aplicar em sua sala de aula e recolher todas as tarefas produzidas pelos alunos dele.

3º - Após a aplicação da atividade, o cursista executará a LIÇÃO DE CASA , que é o registro reflexivo sobre a aplicação prática em sala de aula. Você, formador, poderá criar um roteiro com perguntas que deverão ser contempladas no relatório, além das que aparecem no passo a passo das oficinas. Esse relato não deverá vir respondido em forma de questionário e sim em formato de um texto de relatório reflexivo, no qual, além das descrições das ações, deverá vir reflexões do cursista.


4º - Depois de estudar e responder todas as Atividades propostas nas unidades da TP em análise; aplicado o Avançando na Prática na sala de aula e cumprida a Lição de Casa, o cursista se encaminhará para a OFICINA COM VOCÊ, não esquecendo de levar os materiais dos alunos.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

No último dia 07/04/09 fizemos o lançamento do GESTAR II para os professores do Município.Para concluir a apresentação do programa eu pedi a um ,recente, ex-aluno que escrevesse algo sobre seu sentimento pelos professores e como ele via estudo continuado para professores. Em um slide para o encerramento da apresentação coloco uma síntese do texto. Segue abaixo o texto ,na íntegra.

Avançar é Nunca Parar.
Professores devem educar pelo exemplo. Esse é o modelo de disciplina que funciona. Mas como assim exemplo?
A Educação não é uma coisa finita. Definitivamente, continuar é avançar e manter-se atualizado é fundamental para que você tenha inspiração, conhecimento e atitudes que guiem aqueles que estão ao seu redor. Educar é muito mais do que ensinar regras, é orientar em caminhos e ajudar na personalidade. Para educar você precisa estar atualizado, pronto para interagir com seus alunos na linguagem deles, dando exemplo do cotidiano deles e sendo reconhecida por todos eles como uma pessoa inteligente.
O EXEMPLO deve ser o guia do professor. Como uma pessoa que exige dedicação, estudo, atenção e força de vontade de seus alunos pode fazê-lo se, na primeira oportunidade parou de estudar? Inadmissível. Se o professor se atualiza, se continua estudando, se aprende a gostar do que faz, ele vira educador. E educadores são adorados, elaboram teses e motivam pessoas a desenvolverem curiosidade pelo conhecimento, pelo saber. Professores são filósofos, são os grandes responsáveis pela formação de uma criança. Qual a mãe nunca ouviu que a filha quer ir para a escola com um penteado igual ao da professora? Quem nunca ouviu o filho dizendo que gosta de uma cor, por que é a predileta do professor? Professores são amorosamente chamados de tios e tias, por que as crianças os colocam dentro de suas casas e famílias, e os usam como referência. Portanto, aceite a missão de contribuir para a formação integral de uma criança, um jovem e busque sempre SUPERAR EXPECTATIVAS através dos estudos, da educação continuada.
Afinal, se você estivesse no mercado de trabalho “comum” e deixasse de continuar os estudos, estaria se suicidando ao longo prazo. Educadores defendem a educação, e dão o exemplo, por isso estudam. A história já provou que os bons exemplos são mais proveitosos. Cabe a escolha ao educador.

Acorda!! Tá na hora de mudar o mundo...
Enrico Cardoso.

terça-feira, 7 de abril de 2009















Folder / Convite - Lançamento do GESTAR II

segunda-feira, 30 de março de 2009

AINDA SOBRE O PORTIFÓLIO

O portifólio é um arquivo no qual se pode visualizar o caminhar do profissional, ou do aluno. Nele constam atividades mais antigas, reflexões, textos importantes e significativos para o autor do portifólio, fotos, textos teóricos, registros e imagens diversas.

Alguns critérios devem ser levantados para a produção e a avaliação do portifólio. São eles :

Memorial - relato de sua experiência como educador;
Memorial de leitura - reflexão sobre o seu processo de letramento e suas experiências como leitor, desde a infância;
Relatórios Reflexivos das atividades realizadas com os alunos;
Regristro dos encontros, presenciais;
Textos teóricos que tenha lido, gostado e queira que façam parte de sua pasta;
Fotos de sua sala de aula;
Cópias de atividades dos alunos - não escolha apenas os alunos de destaque positivo, mostre também aqueles que tem dificuldade e que, com o seu trabalho, tem conseguido se desenvolver de alguma forma;
Sugestões de atividades que foram feitas por você e que não estão no material.
e outros descritores que o formador achar necessário.

Sugestões: Para os registros dos cursistas.

1 - Criação do BLOG, e todos esses registro deverão ter data para a publicação e verificação do formador.

2 - Na impossibilidade da criação do blog, o professor cursista poderá entregar uma pasta ao professor Formador, para que a cada oficina seja entregue relatórios, textos e fotos que serão arquivados nas pastas. Dessa forma, evita-se que o professor protele a criação do portifólio e ao final do ano desista do curso, por não ter tempo para construir material tão extenso.

sexta-feira, 27 de março de 2009

CONHECENDO SOBRE O PORTIFÓLIO

O PORTA- FÓLIO E A FORMAÇÃO DO PROFESSOR REFLEXIVO
Benigna Maria de Freitas Villas Boas - UnB (maio/2001)
O que é – Originalmente, o porta-fólio (portfólio) é uma pasta grande e fina em que os artistas e os fotógrafos iniciantes colocam amostras de suas produções as quais apresentam a qualidade e a abrangência de seu trabalho, de modo a ser apreciado por especialistas e professores. Essa rica fonte de informação permite aos críticos e aos próprios artistas iniciantes compreenderem o processo em desenvolvimento e oferecerem sugestões que encorajem sua continuidade. Em educação, o porta-fólio apresenta várias possibilidades: uma delas é a sua construção pelo aluno. Neste caso, o porta-fólio é uma coletânea de suas produções, as quais apresentam as evidências da sua aprendizagem. É organizado por ele próprio para que ele e o professor, em conjunto, possam acompanhar o seu progresso.
Para que serve – Para vincular a avaliação ao trabalho pedagógico em que o aluno participa da tomada de decisões, de modo que ele formule suas próprias idéias, faça escolhas e não apenas cumpra as prescrições do professor e da escola. Nesse contexto a avaliação se compromete com a aprendizagem de cada aluno e deixa de ser classificatória e unilateral. O porta-fólio é uma das possibilidades de criação da prática avaliativa comprometida com a formação do cidadão capaz de pensar e de tomar decisões.
Como construí-lo – Alguns princípios-chave orientam a sua construção:
- O primeiro deles, como se percebe, é o da sua construção pelo próprio aluno, possibilitando-lhe fazer escolhas e tomar decisões.
- Essa construção é feita por meio da reflexão, porque o aluno analisa constantemente as suas produções. Além disso, ele é estimulado a realizar atividades complementares, por ele selecionadas.
- Esse processo favorece o desenvolvimento da criatividade, porque o aluno escolhe a maneira de organizar o porta-fólio e busca maneiras diferentes de aprender.
- Enquanto assim trabalha, ele está permanentemente avaliando o seu progresso. A auto-avaliação é, então, um componente importante.
- O trabalho pedagógico e a avaliação deixam de ser de responsabilidade exclusiva do professor. A parceria passa a ser um princípio norteador das atividades,
- A vivência desse processo dá oportunidade ao aluno de desenvolver sua autonomia frente ao trabalho pedagógico. Ele percebe que pode trabalhar de forma independente e não ficar sempre aguardando orientação do professor. Forma-se, assim, o cidadão e o trabalhador capaz de ter inserção social crítica.
- O trabalho com o porta-fólio tem início com a formulação dos seus propósitos, para que todos saibam claramente em que direção irão trabalhar.
- Como avaliá-lo – É necessário que professores e alunos, em conjunto, definam os descritores (critérios) de avaliação, levando em conta, entre outros aspectos, os propósitos. Como os dois segmentos avaliam a construção do porta-fólio, ambos

terça-feira, 24 de março de 2009

MEMORIAL DE LEITURA

MEMORIAL DE LEITURA
Minha prática como leitora não vem de muito não.
Filha de pai operário , mãe exímia educadora dos filhos ,não tivemos algumas “regalias” como a aquisição de um acervo de livros.
Sempre conversamos muito em família. Contávamos e ouvíamos muitos casos e sempre tivemos a liberdade de emitir opiniões. As histórias e os Contos de Fadas ficavam por conta de alguns exemplares que por vezes comprávamos ou ganhávamos de presente. Me lembro de um livro grande, com bonita encadernação e com várias histórias que eram lidas para os filhos por minha mãe e mais tarde já alfabetizada eu lia e relia infinitas vezes as mesmas histórias.Lembro-me também de um disco LP com as histórias atrapalhadas de dois palhaços “ Fuzarca e Torresmo”, que ficava na casa de minha avó já que não tínhamos “Toca discos” , mas nada foi mais marcante e prazeroso que ouvir as narradas por meu pai: “ O macaco e o rabo” e “A canequinha do Rei” repetidas incansavelmente, mas sempre com o gostinho de primeira vez.
Quando ingressei na 5ª série o acesso à Literatura ficou por conta da lista dos Clássicos exigidos: A Moreninha, Dom Casmurro, Helena, Senhora, O Cortiço, e outros dos quais éramos solicitados a fazer fichas de resumos. Alguns foram gostosos de ler,outros porém nem mesmo eram bem entendidos . Ainda tiveram O Pequeno Príncipe e Pollyanna .
Com o passar do tempo o gosto pelo estudo, a curiosidade e vontade de aprender mais, já na faculdade, vieram: Paulo Freire , Piaget, Vigotsky,Pedro Demo, Celso Vasconcellos, Dermeval Saviani, Moacir Gadotti, Regina Leite Garcia, Jussara Hoffmann e muitos outros. Ao mesmo tempo, trabalhando com a Educação Infantil toda a magia da literatura infantil reascendeu em mim o prazer da infância e me fez uma formadora de leitores. Lia para eles várias histórias diariamente ,fazíamos “ O Clube do Livro”,confeccionávamos livros a partir de história lidas ou criadas por eles ...
Em família, não foi diferente ao longo da infância de meus filhos! Adquiri uma grande variedades de livros lidos diariamente o que despertou neles, gradativamente, o gosto e a necessidade de ler o que, para mim, é motivo de grande orgulho;são hoje grandes leitores.O exemplo é o único legado que deixamos..
Por fim, Chico Xavier, Zíbia Gasparetto, Divaldo Pereira Franco,Gabriel Delanne são alguns autores através dos quais conheci a doutrina espírita e me apaixonei ! Esses circundam o meu universo literário me fazendo navegar por dimensões por hora desconhecidas...mas só por hora.

MEMORIAL PROFISSIONAL

Sou Regina Angelica Cardoso. Nasci em Volta Redonda, cidade que vivo até hoje.Mulher, filha, mãe e professora por vocação e paixão.
Aos 04 anos de idade fiz a minha “estréia” no convívio escolar. A meu pedido, comecei a freqüentar ali na vizinha a escola da Professora Rosinha onde eu brincava, desenhava e exercitava o que mais gostava de fazer: falar... falar... falar. Assim foi a minha pré escola! Daí, como não parei mais, troquei de escola. Agora era ali na escolinha no quintal da professora Nadir; e, desde então já sabia que queria ser professora. Depois vieram as outras escolas, prédios grandes, muitos colegas, muitos professores. O ensino fundamental e o curso técnico “Magistério” eu concluí na mesma escola. Logo após formada iniciei na profissão na rede particular ingressando logo depois no Magistério Público Estadual (1ª a 4ª série) e Municipal (pré escola). Nesta mesma época prestei vestibular para Biologia na Faculdade de Ciências e Letras de Volta Redonda, hoje Fundação Geraldo Di Biasi. De posse da graduação fui remanejada para atuar de 5ª a 8ª série do Ensino Fundamental e Ensino Médio Estadual, função na qual me aposentei.
As exigências profissionais e meu entusiasmo pela educação me fizeram retornar à Faculdade, agora no Curso de Pedagogia onde optei pela especialização em Orientação Educacional e Administração Escolar. Fui então convidada a assumir a direção de uma Creche Municipal e posteriormente a direção em Pré escola .
Com o casamento, filhos e divórcio tornei-me a única provedora do meu lar, precisei fazer opções,e as fiz, pois meus filhos precisavam crescer, caminhar e criar asas. Assim sendo me desviei temporariamente do objetivo de um curso de Pós graduação, tentando mesmo por duas vezes buscar essa formação, não conseguindo dar continuidade e concluir; porém sem nunca deixar de ler, estudar e me atualizar sempre na busca do aperfeiçoamento profissional.
Hoje, aposentada na Rede Pública Estadual e Municipal de Volta Redonda, retorno às minhas atividades profissionais na Secretaria Municipal De Educação de Quatis como Coordenadora Pedagógica continuando a escrever o meu nome na educação, que é e sempre foi minha grande paixão.

segunda-feira, 23 de março de 2009

Por que um Blog para o GESTAR ?

Para retratar o trabalho desenvolvido, ou seja - a criação do PORTIFÓLIO,onde serão postadas descrições, comentários, impressões pessoais e é claro: fotos ! Sobre todo o trabalho.
A reflexão será uma ferramenta chave para o formador junto aos cursistas e para estes junto aos alunos.


Os objetivos deste Blog são:
1 -construir uma proposta de trabalho participativa e interativa ;
2- despertar para a importância da sistematização e registro das práticas pedagógicas;

3- buscar o aprimoramento do letramento digital dos professores ( coordenadores, formadores e cursistas).


GESTAR II

O Programa Gestar tem se orientado para criação de uma nova escola, que complemente a complexidade do mundo contemporâneo articulando-o com a educação de nossos alunos. Uma escola mais democrática e amorosa, que vise à autonomia e à auto-realização de cada aluno e que, ao mesmo tempo, tenha como horizonte a justiça social, a felicidade e a emancipação da humanidade.
É um programa de formação continuada semipresencial orientado para a formação de professores de Matemática e Língua Portuguesa com o objetivo de melhorar o processo de ensino aprendizagem. Seu foco principal está na atualização e acompanhamento da ação do professor em seu local de trabalho.
Está em consonância com os Parâmetros Curriculares de Matemática e Língua Portuguesa dos alunos de 5ª a 8ª séries (6º ao 9º ano) do Ensino Fundamental.
Tem como finalidade elevar a competência dos professores e alunos, melhorando a capacidade de compreensão podendo assim intervir na realidade sócio – cultural.
Para mim, participar do GESTAR é motivo de grande satisfação, ansiedade e expectativas. É a oportunidade de, através da formação continuada, refletir, pesquisar estudar e discutir a prática pedagógica além de apontar caminhos.
Como coordenadora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação de 5ª a 8ª séries (6º a 9º ano) pretendo atuar sistematicamente junto ao professores formadores, aos professores cursistas e aos alunos, atuando nas Unidades Escolares através de visitas ouvindo e buscando soluções conjuntas, dando sempre o suporte necessário para o bom resultado do trabalho.
Tenho a certeza do sucesso do GESTAR no Município de Quatis e que estaremos promovendo condições para que nossos alunos tenham a possibilidade de se desenvolverem de forma harmoniosa tornando-se autônomos e cooperativos, críticos e criativos e principalmente capazes de intervir na própria realidade.

segunda-feira, 16 de março de 2009

Para Refletir

Sonhos

Os sonhos trazem saúde para a emoção, equipam o frágil para ser autor de sua história, renovam as forças do ansioso, animam os deprimidos, transformam os inseguros em seres humanos de raro valor. Os sonhos fazem os tímidos terem golpes de ousadia e os derrotados serem construtores de oportunidades.

Sonhar é uma Benção !

Bem vindos ao meu Blog todos aqueles que acreditam nos Sonhos como meio de transformação.